Posts tagged ‘livros’

Dicas: Livros para as férias!

Férias são ótimas né, mas têm horas que o tédio bate! Por isso eu realmente acredito que as leituras de verão devem ser leves, divertidas, e já que nós não estamos fazendo nada mesmo, não custa elas serem por vezes educativas. Tive sorte de ter gostado muito dos dois últimos livros que eu li, e certamente recomendo pras férias!

Comprometida

Esse todo mundo já ouviu falar, afinal ele já nasceu bestseller! Elizabeth Gilbert, autora do também ótimo Comer, Rezar, Amar, faz uma grande pesquisa sobre um tema presente em todas as sociedades ao redor do mundo: casamento. Ela, uma divorciada convicta, é obrigada a fazer as pazes com essa antiga instituição para que seu namorido, o brasileiro Felipe, possa conseguir um visto definitivo para morar nos Estados Unidos.

Na minha opinião esse livro só confirma a excelente escritora que ela é. Adoro o jeito que Liz conduz a narrativa, só mostra como ela é uma mulher inteligente e de opinião. Super admiro! Eu tenho só 19 anos e, podem ter certeza, nunca parei pra pensar sobre casamento, mas mesmo assim o livro é ótimo por tratar também o tema da posição das mulheres nessa instuição e também na sociedade, e sobre esse assunto qualquer pessoa do sexo femino deveria se interessar! O melhor de tudo é a conclusão, amei a decisão que ela chega sobre, afinal, o que é o casamento.

 

Ponto Final – Crônicas sobre os anos 1960 e suas desilusões

Quem me conhece melhor sabe que eu sou uma pessoa que por algum motivo desconhecido nasceu nos anos 90, mas não pertence a esse tempo. Sou fascinada pelas coisas de antigamente, especialmente as coisas dos anos 60. No meu passeio semanal pela Saraiva esse livro total me atraiu, e não pensei duas vezes antes de levar pra casa. O autor é Mikal Gilmore, crítico de música da Rolling Stone, e nesse exemplar ele reúne vários textos sobre músicos (e algumas outras pessoas!) que fizeram essa década ser lembrada como uma das mais revolucionárias (se não a mais revolucionária) da nossa história.

Alguns personagens são: Bob Marley, o poeta Allen Ginsberg, Jim Morrison, Johnny Cash, Bob Dylan e, claro, The Beatles! Mikal explora o que as drogas, e principalmente alucinógenos como o LSD, causaram de  impacto na vida e carreira desses artistas. Ele acaba também traçando um panorama interessante dos Estados Unidos e sua juventude nesse período. O melhor é que é um livro super fácil de ler, com uma linguagem bem acessível. Porque né, já cansei de pegar livros que falam de história e ficar tipo… “Ãh, o que isso significa?”. Sim, é possível aprender E se divertir!

26/12/2010 at 8:00 am 3 comentários

Comer, Rezar, Amar

Comer, Rezar, Amar é um livro da Elizabeth Gilbert que fala sobre o ano que ela passou em uma viagem de auto-descoberta: 4 meses na Itália (o “comer” do título), 4 meses em um retiro espiritual na India (o “rezar”) e 4 meses na Indonésia (o “amar”).

Eu já lido/ouvido muita coisa sobre esse livro que sempre estava em posição de destaque em todas as livrarias que eu entrava, mas nunca tinha me interessado muito por ele, achando que ia ser uma coisa meio mulher-fracassada-encontra-o-milagre-da-auto-ajuda, sabe? Aí um dia eu fui dormir na casa da Gabi e vi o livro na mesa de cabeceira dela – ela tava lendo e adorando. Alguns dias depois, eu tava na livraria procurando algo para ler, vi o livro e pensei: “por que não dar uma chance, né?”

E gente, eu amei! Sério, há uma razão para ele estar na lista dos mais vendidos há séculos – o livro é ótimo! A história da Elizabeth é incrível, e me deu muita vontade de colocar uma mochila nas costas e ir viajar. Os personagens são super cativantes e o livro é leve, mas faz a gente refletir um pouco.  Comer, Rezar, Amar é tão bestseller no mundo que virou até filme (e perfume), com Julia Roberts no papel principal e James Franco e Javier Barden no elenco de apoio! Ele estreiou hoje nos Estados Unidos, e espero que logo logo estréie aqui. Dá uma espiadinha no trailer:

Super recomendo o livro e tenho certeza que o filme será imperdível! Vou começar a ler a “seqüência” (Comprometida, que não é bem uma seqüência) hoje. Dizem que não é tão bom quanto o primeiro, mas depois volto para comentar ;D

13/08/2010 at 9:00 pm 2 comentários

Celebutantes

Celebutantes é um livro escrito por Amanda Goldberg, filha de um produtor de filmes em Hollywood (como Dormindo com o inimigo e As Panteras) e Ruthanna Khalighi Hopper, filha dos atores Dennis Hopper e Daria Halprin. Como é um livro que se passa durante a semana que antecede o maior prêmio do cinema mundial, o Oscar, faz sentido que as escritoras conheçam bem o backstage do negócio!

A história começa pelo fim, mais precisamenete 1 hora 22 minutos e 17 segundos depois da entrega da estatueta de Melhor Filme do Ano. O começo é bem confuso, e eu fiquei meio: “o que tá acontecendo nessa história? Quem são essas pessoas?”. Tem um ritmo bem acelerado. Depois, quando voltamos no tempo uma semana, tudo começa a se explicar e fazer sentido. Lola é filha de um diretor super famoso em Hollywood que está concorrendo ao Oscar naquele ano, e vê nisso a oporunidade de ouro pra tirar seu nome que ficou algum tempo na lama. Lola meio que sem querer atuou em um dos filmes do Pai, e ele foi um fracasso de crítica e bilheteria. Nele ela conheceu SMITH, que era seu par romântico no filme, e parecia lindo, perfeito e apaixonado. Na vida real SMITH é egoísta e egocêntrico (como ela deixa bem claro que são TODOS os atores), mas mesmo assim Lola nutre uma paixão irresistível por ele. Na verdade, ela é uma atorholic, ou seja, não pode ver uma ator pela frente!

O seu trabalho é ajudar o Melhor Amigo Gay, o estilista Julian Tennant, a vestir alguma atriz para o famoso tapete vermelho! A melhor parte do livro com certeza é com Olivia, uma atriz que simplesmente PRECISA  usar “Julian”, ou ninguém usará e toda sua carreira promissora como estilista irá por água abaixo. Acontece que ela é completamente louca, obcecada pela aparência e tem uma corja de bajuladores. Olivia também só se refere a ela mesma na terceira pessoa (hilário!). Cabe aos leitores acompanhar a trajetória de Lola, que com a ajuda de sua Melhor Amiga em Todo o Mundo, Kate, e sua Melhor Amiga Atriz, Cricket, tenta sobreviver à infernal e tão esperada… Semana do Oscar. Dá muita pena da Lola, ela sofre muuito no meio de tantos famosos malucos e a gente torçe desesperadamente pra que ela consiga alguém para vestir “Julian”. Vale lembrar que o livro é cheeio de comentários ácidos sobre os atores e a vida em Hollywood em geral. A futilidade e superficialidade em  que o povo ricoefamoso vive. Eu sei que é ficção, mas as autoras devem ter usado alguma inspiração da vida real né! No fim o livro é até legal, típico livro-de-fim-de-semana!  

20/05/2010 at 1:25 am Deixe um comentário


As Seguidoras

Maria Fernanda tem 18 anos, muitos muitos livros e um fraco por bolsas. É de Escorpião, estuda Relações Internacionais na ESPM e adoraria morar em Londres. Costumava ver My Fair Lady e Guerra e Paz em vez de filmes infantis quando era criança. Seus únicos vícios são o Twitter e os cafés vanilla da Nestlé.

Gabrielle tem 18 anos, é do signo de Leão e estuda Jornalismo na PUC-RS. É fã de F.R.I.E.N.D.S, The O.C. e Sex and The City e sua vizinhança perfeita seria uma Livraria Saraiva e um Starbucks. Tem uma cachorrinha chamada Duda e adoraria morar em New York.

Bloglovin’

bloglovin